Devo assinar um cpcv em tempo de pandemia?

Se está a comprar casa nesta fase, certamente já pensou que com tamanha incerteza pode ser um risco assinar um contrato (CPCV). Entregar um valor como sinal e principio de pagamento e depois nada acontecer, porque há um agravamento da situação pandémica como o que vivemos em Fevereiro de 2021.

No video explico-lhe como pode e deve proteger para assegurar que o seu sinal e a sua compra estão seguros. https://youtu.be/VWijPCTXhi8

Todos os negócios imobiliários devem ser revistos e acompanhados por um jurista que assegure os interesses das partes. as sugestões que seguem refletem a a minha opinião e experiência pessoal e não constituem ou substituem aconselhamento jurídico.

I – cláusula que mencione que se até à data acordada para a celebração do contrato definitivo de compra e venda, não for possível celebrá-lo, devido à situação de calamidade de saúde pública ocasionada pela epidemia da doença Covid-19, e entrem em vigor novas regras de confinamento obrigatório, que impeçam a realização do mesmo, as partes acordam, que o Contrato definitivo de compra e venda será celebrado num prazo máximo, normalmente de 15 dias, a contar da data da cessação do Estado de Emergência ou de qualquer outro com efeito equivalente que, nesse momento, vigorar. 

Nota muito importante: esta sugestão não é aconselhamento legal, eu não sou jurista e não estou a dar qualquer tipo de cláusula para adicionar no contrato. Os CPCV devem sempre ser redigidos por juristas e esta conselho não pretende em momento nenhum substituir a consulta de um advogado ou solicitador.

E se mesmo assim eu não me sentir seguro pois com a pandemia uma casa que está livre de penhoras pode de repente ficar com penhoras e o proprietário não conseguir cumprir com a sua parte do contrato?

II-Nesse caso existe a possibilidade de fazer registos provisórios de aquisição sobre o imóvel. Tem um custo para o comprador mas garante que na certidão permanente do imóvel fica registado o seu direito sobre o mesmo e assegura que se existirem credores a reclamar a posse do imóvel a sua parte do quinhão está assegurada.

Mas mesmo depois destas sugestões, eu não me sinto confortável para entregar um sinal no cpcv pois se chegarmos a essa situação de penhoras na casa eu terei muitas dificuldades em recuperar o meu dinheiro, existe mais alguma solução?

III-Esta é a ultima sugestão e implica renegociar as condições de pagamento com o proprietário. No momento da proposta foram aceites algumas condições pelas partes e uma delas seria que para vincular o negócio seria entregue um sinal de X% (normalmente 10 a 20%) ao proprietário. Dadas as condições excepcionais em que vivemos é possível sugerir que o sinal seja entregue à guarda da mediadora, na forma de cheque visado ou bancário, e entregue apenas quando a situação de compra esteja completamente desbloqueada.

Ou seja, o comprador emite um cheque visado ou bancário em nome do proprietário, e este fica aguardando da mediadora que o entrega apenas quando estiverem asseguradas todas as condições de compra do imóvel. Se algo correr mal o comprador recupera o seu cheque e não corre riscos desnecessários.

Estas são as 3 soluções que permitem avançar com a compra de um imóvel durante a pandemia sem correr riscos.

O processo de compra e vende de casa pode rapidamente tornar-se complexo e não faz sentido correr riscos desnecessários. Aconselhe-se com um mediador imobiliário que pode facilitar todo o processo.

Deixe um comentário

se achou interessante, partilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Placa de Imóvel vendido

O processo de venda implica um profundo conhecimento do mercado, definição de preço de venda, preparação e divulgação do imóvel e claro acompanhamento de interessados e negociação de condições. Estamos aqui para vos ajudar.

Vamos entrar em contacto de acordo com a sua preferência.

Chave na mão em frente a imóveis para venda

Receba as nossas dicas e truques sobre o mercado imobiliário, e também a newsletter que preparamos mensalmente, com noticias do setor, os nossos “pratos do dia” que é como quem diz as melhores ofertas imobiliárias, apenas para os clientes mais próximos.

Ao submeter o formulário está a concordar com a nossa política de privacidade 

Imóveis de madeira empilhados, em cores diferentes para pássaros

Vamos enviar-lhe um relatório com indicação do preço médio de venda nos últimos 12 a 24 meses na área indicada. Para uma estimativa do valor comercial do seu imóvel deve solicitar uma visita de um dos nossos especialistas de angariação.

Vamos entrar em contacto de acordo com a sua preferência.

Reunião com consultor imobiliário

Encontrar a melhor instituição para se financiar pode ser complicado, depois tem de escolher o tipo de taxa, comparar margens, custos de processos e mil e uma outras coisas. Fale com um intermediário de crédito e receba as melhores propostas para o seu caso.

Ao submeter o formulário está a autorizar que a informação constante no mesmo seja enviada à Sold Finance, Lda – Intermediário de Crédito Registado no Banco de Portugal nº 0002857

Vamos entrar em contacto de acordo com a sua preferência.

casal visita a imóvel para venda

O processo de compra pode ser complexo e desgastante, conte com o apoio da nossa equipa de profissionais que os vão ajudar com a pesquisa e seleção, visitas e negociação, e tudo o mais que possa necessitar.

Vamos entrar em contacto de acordo com a sua preferência.

Reunião com consultor imobiliário

Estamos preparados para responder a todas as perguntas sobre o processo de compra ou venda do seu imóvel. 


Vamos entrar em contacto de acordo com a sua preferência.